Checklist do lojista para a Black Friday

Home Dicas Checklist do lojista para a Black Friday

Confira 12 etapas que não podem ficar de fora de seu planejamento.

 

O que é a Black Friday

Para quem ainda não sabe, o termo Black Friday, conhecido também como sexta-feira negra, foi criado na Filadélfia na década de 60, uma data que acontece todo ano na 4° sexta-feira de novembro, após o feriado de ações de graças. Nos Estados Unidos a Black Friday já é considerado uma das principais datas que mais vendem no país, dá para acreditar?

E aqui no Brasil também já podemos considerar que essa é uma das melhores datas do varejo, tendo em vista os números em vendas no varejo superaram 2,1 Bilhões em 2017. Com isso a Black Friday se tornou uma ótima data para vender mais e também uma boa oportunidade para sua loja limpar o estoque para a entrada dos lançamentos de Natal.

E em uma data como essa não dá para ficar de fora né? Então vamos as nossas dicas de como se preparar para a Black Friday:

  1. Onde: decida se irá participar no ponto físico, na loja virtual ou em ambos.
  2. Produtos: selecione os produtos que serão alvo da ação.
  3. Tecnologia: na loja virtual, garanta com seu parceiro tecnológico condições para se manter online, preparado para os picos de acesso.
  4. Público: identifique quais são os produtos mais desejados pelo seu perfil de cliente.
  5. Margens: negocie parcerias com fornecedores para garantir que sua margem de lucro não seja afetada pelos descontos concedidos.
  6. Custos: conheça seus custos para garantir a viabilidade da sua participação no evento, definindo preços que não coloquem em risco a saúde financeira da empresa.
  7. Estoque: priorize produtos com menos saída no estoque, levantando recursos para as compras de Natal.
  8. Descontos: estabeleça uma faixa de descontos para cada categoria de produtos.
  9. Transparência: não tente enganar o consumidor com falsas promoções ou descontos irrisórios.
  10. Captação: use a data também para aumentar a carteira de clientes, pensando no seu potencial no longo prazo.
  11. Exposição: aproveite a mídia espontânea gerada pelo evento, pois seu cliente deve procurá-lo para saber se há alguma oferta.
  12. Colaboradores: oriente a equipe a trocar na loja física também produtos comprados no ambiente virtual, caso participe com promoções nos dois espaços.

Se você chegou até aqui, já entendeu como se preparar Black Friday 2018! Mas, certamente viu que não é algo tão simples, certo? Então, comece o quanto antes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  TOP